quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Tamariz: o glamour regressa ao Estoril


Nos últimos anos, Cascais impôs-se de uma forma quase totalitária na oferta turística da região que, graças à notoriedade de outros tempos, foi batizada de Costa do Estoril. Diversos eventos de impacto mundial e o investimento em novas unidades hoteleiras (bem como a renovação ou reconversão de outras) fizeram com que os holofotes e o centro de atração desta região às portas de Lisboa se desviassem para o eixo Cascais-Guincho. Acrescentem-se os vários restaurantes de referência e facilmente se percebe a razão para que os responsáveis pelo turismo da autarquia cascalense tenham apostado numa nova imagem internacional: “Cascais — The Charm of the Atlantic Coast”. Depois de a zona do Guincho ter vivido uma grande renovação na oferta hoteleira com a chegada das insígnias Sheraton e Martinhal, em 2015, agora é a vez do Estoril, e este verão fica marcado pelo renascimento do Tamariz. Uma renovação que pretende voltar a colocar esta quase mítica zona balnear no mapa dos melhores destinos de praia e lifestyle da Europa. Uma vontade que, até agora, estava praticamente dependente da existência do Casino Estoril e do histórico Hotel Palácio Estoril, com a sua área de welness da conceituada Banyan Tree.
Inspirados na época de ouro desta zona balnear, que chegou nos anos 30 do século passado a rivalizar com a Côte d’Azur, vários promotores começaram a investir e a implementar novos conceitos. Longe vão os tempos em que famílias reais por aqui passeavam, bem como na memória está a época em que o Estoril era um verdadeiro centro de espionagem e casa para muitos agentes secretos durante a II Guerra Mundial. Desses tempos áureos restam diversos edifícios, alguns verdadeiramente icónicos, como o Casal de São Roque ou o Palacete Schroeter, construído no início do século XX e que, graças à opção por diversas espécies exóticas para adornar o jardim, como o tamarindo, acabou por receber o popular nome de “Tamariz”. O edifício e a sua envolvência ganharam nova vida este verão, com a Estoril Sol a concessionar as famosas piscinas ao grupo Reverse, que já operava o centro de estética, enquanto na outra metade do palacete o luxuoso Penha Longa Resort investiu num novo restaurante e lounge, batizado de Villa Tamariz — Utopia. No início do verão, a discoteca do Tamariz também foi renovada, no conceito e na decoração, e apresenta agora um restaurante de inspiração italiana.



                                       Sugestão gastronómica no Villa Tamariz — Utopia
                                                                     Sugestão gastronómica no Villa Tamariz — Utopia

OS NOVOS CONCEITOS

Cronologicamente, a abertura do InterContinental Estoril, no final de 2015, onde antigamente existiu o Hotel Atlântico, numa das extremas da zona do Tamariz, marca o início desta nova fase do Estoril. Com 59 quartos e uma área residencial permanente, a chegada desta insígnia hoteleira internacional marcou em definitivo a paisagem. A modernidade do edifício é confirmada no interior, graças a diversos pormenores decorativos e pela força das cores. As unidades de alojamento dividem-se em três tipologias, desde os quartos às suítes, com os seus magníficos terraços, até às acomodações de nível Executivo, com algumas mordomias especiais. A vista não é segredo, mas é sempre impressionante. A imagem é a da força do azul do mar, que se estende nas ‘costas’ deste hotel, onde se instala também a bonita piscina. Dispõe ainda de um welness centre e de um restaurante panorâmico, aberto já em 2016. O Atlântico Bar & Restaurante aposta em peixes e mariscos, com uma abordagem contemporânea, a cargo do chefe Jorge Fernandes. Os interiores seguem a linha moderna do hotel, mas é no magnífico terraço que está a grande mais-valia deste restaurante. Pode petiscar (existe um Menu de Tapas) sem pressas num ambiente informal e familiar, sem tirar os olhos do mar e da praia do Tamariz. Carpaccio de gamba alistada com lima (€19), petinga frita sobre escabeche e batata-doce (€7), risoto de sapateira com champanhe e citrinos (€19) e lombo de bacalhau com arroz de lingueirão (€23) são apenas algumas das opções.
Ainda nas imediações do Tamariz, o clássico Hotel Inglaterra, inaugurado nos anos 40 do século passado, foi objeto de profunda renovação, assinada pela estilista sueca Corinne Henriksson, e apresenta-se hoje como um espaço contemporâneo com diversos apontamentos vintage. A remodelação dos quartos, tanto no palacete como na ala moderna, é profunda e inclui suítes temáticas (com tarifas a partir de €170). Já no exterior é a piscina e o sky bar (com festas sunset mensais) que marcam a diferença e onde nem sequer falta um... Fiat 126! Ao lado do Hotel Inglaterra abriu também uma requintada guest house, batizada de Somewhere Estoril. O edifício esteve abandonado, mas ganhou uma nova vida com adaptação hoteleira, que oferece 11 excelentes quartos, zonas de estar, piscina e uma área de refeições, cujo brunch (€18), aos domingos, já tem fama na região. No coração do Tamariz, a famosa discoteca recebeu uma nova gestão e foi objeto de um facelifting, que incluiu a criação de diversas zonas lounge e privadas, onde não faltam day-beds e espreguiçadeiras, acesso à praia e zona de bar. As festas sunset garantem animação complementar aos domingos.m uma requintada guest house, batizada de Somewhere Estoril. O edifício esteve abandonado, mas ganhou uma nova vida com adaptação hoteleira, que oferece 11 excelentes quartos, zonas de estar, piscina e uma área de refeições, cujo brunch (€18), aos domingos, já tem fama na região. No coração do Tamariz, a famosa discoteca recebeu uma nova gestão e foi objeto de um facelifting, que incluiu a criação de diversas zonas lounge e privadas, onde não faltam day-beds e espreguiçadeiras, acesso à praia e zona de bar. As festas sunset garantem animação complementar aos domingos.



                                          A vista do InterContinental Estoril/Atlântico Restaurante & Bar
                                                            A vista do InterContinental Estoril/Atlântico Restaurante & Bar

Nas últimas semanas abriu também um restaurante e pizzaria, o Mezzo Mare, que propõe pizzas (desde €7,50) e pastas, além de peixes e mariscos. Inaugurado no final de junho, o Tamariz Ocean Club oferece noites animadas e festas temáticas, de quinta-feira a sábado. “Seja para um dia de praia, uma refeição de verão, um sunset descontraído ou uma noite de dança, estamos certos de que este vai ser um verão inesquecível”, promete Marta Aragão Pinto, responsável pela comunicação do Tamariz Ocean Club. A vista ao final da tarde é magnífica.
Recuperar o glamour de outros tempos, com um projeto diferente que aposta num segmento alto, é a grande aposta do Villa Tamariz — Utopia, instalado no palacete que dá nome à praia e com a assinatura do luxuoso Penha Longa Resort. O espaço divide-se em zona lounge, animada ao final do dia por um DJ e por um restaurante de assinatura. Sobranceiro ao areal, o Utopia oferece snacks e cocktails durante o dia e garante finais de tarde magníficos. Ao jantar, o jovem chefe Mário Cruz promete surpreender o classicismo da sala com excelentes menus de degustação (desde €35), em que o mar e o arroz são a fonte maior de inspiração. Pode também optar por jantar à carta e usufruir de propostas arrojadas, como a magnífica gyoza de amêijoa à Bulhão Pato ou bolas de sapateira (ambos a €6), nas entradas. Nos pratos principais, viaje pelo maravilhoso mundo dos arrozes, da paella de arroz negro, com tamboril e amêijoas (€37), à fidéua de marisco (€45), sem esquecer o arroz no tacho de lavagante (€60/2 pax).



                                  Espaço de lazer no Tamariz Ocean Club
                                                                        Espaço de lazer no Tamariz Ocean Club

Do outro lado do palacete do Tamariz, o grupo Reverse, que já explorava a vertente de estética e de tratamentos corporais, arriscou na recuperação das famosas piscinas, transformando e modernizando o espaço, com camas king size, para quatro pessoas, e espreguiçadeiras, que podem ser alugadas ao dia ou apenas durante meio-dia (entre €15 e €90). O Reverse Beach & Pool Lounge oferece ainda uma piscina para crianças, um bar caribenho na piscina maior e serviço de praia, na zona concessionada no areal do Tamariz. Festas sunset, serviço de refeições leves, que incluem sumos detox (desde €3,50) e carta sushi, ao almoço e jantar (combinados a partir de €17,90/19 peças) e um espaço mais intimista para refeições completas, de base portuguesa, com vista para o mar, completam a oferta deste projeto.

MORADAS

Tamariz Ocean Club
Praia do Tamariz, Estoril
Villa Tamariz — Utopia 
Praia do Tamariz, Estoril
Reverse Beach & Pool Lounge 
Praia do Tamariz, Estoril
InterContinental Estoril/Atlântico 
Avenida Marginal, 8023, Estoril
Hotel Inglaterra
Rua do Porto, 1, Estoril
Somewhere Guest House 
Rua Comandante Joaquim do Nascimento Gourinho, 90, Estoril



quinta-feira, 28 de abril de 2016

San Francisco World Spirits Competition 2016

Dois Gins americanos foram distinguidos na San Francisco World Spirits Competition, uma das mais prestigiosas competições a nível mundial, que se realizou no final de Março.
A edição de 2015 do Gin Calyx foi eleito o melhor Gin de 2016, enquanto o Stonecutter Spirits Single Barrel foi considerado o melhor Gin aromatizado do ano. Entre os nomes premiados nesta competição podem-se encontrar o Plymouth, Plymouth Navy Strength, Beefeater Dry, Beefeater 24, Hayman’s Dry, Hendrick’s, Seagram’s e Seagram’s Distiller’s Reserve.
Mas o destaque vai para o português Sharish que arrecadou uma medalha de bronze.
Entre os dias 17 e 20 de Março, 39 especialistas juntaram-se no Hotel Nikko, em São Francisco, para avaliarem um número recorde de 1899 bebidas. Os resultados foram conhecidos no dia 4 de Abril.
O prémio de melhor destilaria foi arrecadado pela escocesa Bunnahabhain Distillery of Islay.
Todos os resultados podem ser consultados aqui: http://sfspiritscomp.com/pdf/S16-BestInShowWinners.pdf



quarta-feira, 27 de abril de 2016

Cursos de Maio na Cocktail Team

Estes são os nossos próximos cursos, já para o mês de Maio!
A não perder!

Dia 2 e 3 de Maio - Curso de Introdução ao Bar

Dia 4 de Maio - Curso de Elaboração de Cocktails

Dia 5 de Maio - Curso Master Gin

Vagas LIMITADAS
Inscrições : www.cocktailteam.net/university






quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Nova aplicação Gin Tonic App by Cocktail Team

Nova aplicação de gin tonic da Cocktail Team
1 centena de Gins com descrição e perfect serve
Dezenas de águas tónicas
Botânicos com descrição
My Gins para salvar os seus gins favoritos.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

BEBIDAS - MAIS DE 250 COCKTAILS INSTANTÂNEOS NA PALMA DA MÃO

Grande artigo da secção Lifestyle do SAPO sobre a Aplicação Cocktail Team

Não perca a oportunidade de elaborar mais de 250 Cocktails!

Receitas com a respetiva imagem demonstrativa
Mais de 4000 termos no Dicionário
Secção de Bebidas
Categorias
MyBar


segunda-feira, 31 de agosto de 2015

A moda do Gin. O que é um Gin Tónico?

´
O Gin tem estado cada vez mais presente no quotidiano dos portugueses e assiste-se a uma explosão do seu consumo e interesse em Portugal. É possível verificar isso mesmo através dos inúmeros bares inaugurados a cada mês que passa, surgimento no mercado de novas marcas nacionais de Gin, uma revista sobre o tema, sites, páginas de facebook, crescente diversidade de produto (tanto de tónicas como de Gins).
Hoje em dia é comum que numa conversa entre amigos surjam termos como perfect serve, botânicos, copo-balão etc..
O aumento do consumo equivale a um aumento da produção, o que por sua vez resulta no surgimento de novas marcas. Este fenómeno tem-se verificado tanto em Portugal como em Espanha.
Tudo isto faz parte do pós-revolução na forma de servir o Gin. E por falar nesta revolução, é imperativo referir que Espanha teve um papel determinante, e que esta nova moda está essencialmente presente na Península Ibérica. Não é que o Gin não existisse antes, no entanto era muitas vezes servido sem seguir uma receita especifica (Isto era uma constante no serviço de um Gin tónico). A receita a seguir é ¼ de Gin para ¾ de tónica, após este procedimento é que se poderá acrescentar botânicos ou eleger as tónicas que combinem melhor com o próprio paladar do Gin.
A informação primordial a reter sobre Gin é o facto de este conjugar o zimbro, sementes de coentros, cítricos, base de álcool e base água. No processo de destilação e maceração é onde residem as diferenças entre os diversos Gins, conjugando de forma diferente os florais, especiarias e frutos.


Com todas estas novas informações e ao deparar-se com imensas marcas num expositor de uma loja, muita gente se pergunta: por onde irei eu começar?
De facto, ao conhecer o mundo que está em volta desta bebida repare-se que existe muita informação a reter, que vai desde as formas de servir até as histórias por detrás das marcas, passando também pela análise de águas tónicas, comparando a doçura, o tamanho da bolha, a versatilidade, a citricidade e o gás.
Apesar de o conhecimento dos portugueses já ser elevado no que toca aos Gins, a formação irá complementar o conhecimento tanto do consumidor que gosta de conversar com os amigos sobre o assunto como do profissional de bartending.

No curso de Master Gin by Cocktail Team Bar University poderá degustar diversas garrafas de Gin numa tarde, venha descobrir qual é a sua favorita. Inscreva-se no nosso curso de Master Gin no próximo dia 10 de Setembro!

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Moda do Gin leva a aumento nas vendas de tónicas


A moda do Gin anda a fazer crescer as vendas das águas tónicas. Esta tendência está a levar a um crescimento notável com vendas a rondar os 30%, e em muitas das vezes em vendas a chegas às roturas de stock.

Como o gin está ligado à qualidade da tónica, muitas são as marcas no mercado. Esta moda trouxe novos consumidores, novas formas de consumo e fez surgir novas marcas de águas tónicas para além das mundialmente conhecidas.

As vendas subiram principalmente nas duas maiores cadeias de distribuição nacional, sendo estas onde o consumidor final mais facilmente as encontra.


Quer poder provar as águas tónicas que existem no mercado? Não perca no próximo dia 10 de Setembro o curso de Master GIN, uma tarde bem passada a degustar 15 Gins e os perfect serves.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Cocktail Team no Forum Montijo Summerspot


A partir de hoje dia 14 de Agosto e até dia 13 de Setembro a Cocktail Team vai estar presente aos fins-de-semana na esplanada exterior do Forum Montijo para o Forum Montijo SUMMERSPOT.

Forum Montijo SUMMERSPOT é um novo conceito de animação de verão, onde a música não irá faltar e com Cocktails à mistura da responsabilidade da Cocktail Team.
Com um cartaz de muitos nomes conhecidos não perca esta oportunidade de poder assistir aos seguintes artistas com a companhia de um saboroso cocktail:
15 agosto - DJ CAROLINA TORRES
22 agosto - DJ FERNANDO ALVIM
29 agosto - DJ ISABEL FIGUEIRAS
05 setembro - EDUARDO MADEIRA
12 de setembro - D8
Forum Montijo SUMMERSPOT

terça-feira, 11 de agosto de 2015

As melhores e piores Bebidas para a Dieta

Artigo retirado do Site Impala:
Bebidas para a dieta

O álcool é das primeiras coisas a serem retiradas das dietas, mas saiba que nem todas as bebidas alcoólicas fazem engordar. Pelo contrário, existem algumas que conseguem mesmo ajudar na luta pela perda de peso, mas, claro, com moderação.

As melhores:

Vinho – embora cada copo possa corresponder a uma média de 120 calorias, o vinho é sempre uma boa opção. O verde contém é menos calórico mas o tinto é rico em antioxidantes, o que ajuda a retardar o crescimento das células de gordura, além disso ajudam a reduzir o desejo de doces.
Whisky ou vodka – Têm apenas cerca de 105 e 97 calorias, respetivamente no estado puro, e podem acelerar ligeiramente o metabolismo. No entanto cuidado com os refrigerantes que adiciona pois pode triplicá-las
Cerveja leve – uma cerveja sem álcool fornece, por lata de 33 cl, cerca de 23 calorias e apenas 4,9 gramas de hidratos de carbono. Uma cerveja normal já conta com 162 calorias por lata e 13 gramas de hidratos de carbono. 
Coca-cola - Esta bebida tão apreciada é altamente calórica pois grande parte da sua composição é açúcar, mas se optar pelas versões light, tanto esta como outras bebidas semelhantes ficam reduzidas a apenas 1 caloria por cada 100 mililitros.
Nota: Apesar de pouco calóricas, o consumo tem de ser moderado e contêm outros ingredientes pouco saudáveis como o álcool e o gás.


As piores:

Cocktails com açúcar – uma Margarita ou um Long Island podem ser altamente calóricos, o equivalente a uma “dose de batatas fritas do McDonald’s”. O mesmo acontece com a famosa Sangria, que contém vinho, açúcar, sumo, fruta e mais uma ou outra bebida alcoólica. Mesmo os Cocktails sem álcool costumam ser muito prejudiciais à dieta.


Cervejas artesanais – Normalmente têm maior quantidade de álcool do que as cervejas tradicionais, cerca de 320 calorias por garrafa e podem ascender às 450 calorias.


Artigo retirado do Site Impala:

Site Cocktail Team

Site Cocktail Team
Site Cocktail Team